Com álcool e máscaras, Câmara vota projeto sobre coronavírus

Rodrigo Maia comandou a aprovação de uma mudança no regimento da Casa para permitir a realização de sessões por meio de um aplicativo

"Deputado, por favor, vamos manter a distância", disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), logo após a Câmara aprovar projeto para autorizar gestores do Sistema Único de Saúde (SUS) a usar saldos de ações em saúde para o combate ao coronavírus.

Presidindo a sessão desta terça-feira (17), com dois potes de álcool em gel à sua frente, Maia também comandou a aprovação de uma mudança no regimento da Casa para permitir a realização de sessões por meio de um aplicativo no celular. A medida, no entanto, deve demorar ao menos uma semana para ser implementada, pois o sistema ainda está em desenvolvimento.

Até lá, a ideia é manter apenas lideranças de bancadas no plenário.

Enquanto isso, Maia oferecia máscaras aos parlamentares presentes na sessão desta terça-feira. "A sessão é pra gente votar, a gente tem de falar menos", afirmou o presidente da Casa. Kim Kataguiri (DEM-SP), Joice Hasselmann (PSL-SP) participavam usando máscaras hospitalares brancas. Já a deputada Perpetua Almeida (PCdoB-AC) usava uma máscara verde.

Comentários